Compreensão e Interpretação de texto – 1

Compreensão e Interpretação de texto – 1

 

Durante dezenas de milhares de anos, as sociedades baseadas na caça e pesca dependeram do mundo natural ao seu redor para obter alimentos. Hoje em dia, alguns povos indígenas ainda vivem dessa forma e consomem elementos da vida selvagem de uma maneira sustentável. Seria uma idiotice da parte deles destruírem as florestas e as planícies que lhes proporcionam víveres.

Mas, ironicamente, na nossa sociedade “avançada”, fazemos exatamente isso. No mar, cada vez mais são empregadas técnicas de pesca indiscriminadas, negligentes e completamente insustentáveis. Essas técnicas destroem os habitats que produzem e reabastecem os recursos. A pesca comercial tem causado danos significativos a ecossistemas marítimos em grande parte desconhecidos, exaurido inúmeras espécies de peixes, pássaros e mamíferos marinhos e condenando muitas outras à extinção.

Com o esgotamento de reservas pesqueiras costeiras no mundo inteiro, como a pesca do bacalhau no nordeste dos Estados Unidos, a indústria da pesca se transferiu para os altos-mares – os 64% do oceano que se estendem além das jurisdições nacionais. Imensas redes de arrasto presas a traineiras indicam a escala colossal do ataque e o dano infligido. Redes instaladas em maciços roletes são arrastadas através do leito do mar, varrendo tudo em seu percurso, deixando um deserto submarino estéril e desolado.

Um relatório da ONU, divulgado há pouco, analisa medidas para proteger os altos-mares e observa que o uso de redes de arrasto é de particular preocupação, por danificar ecossistemas vulneráveis. Na preservação, muitas vezes a ação só vem depois que ocorreu a destruição. Nesse caso, a ONU está numa posição privilegiada para atuar antes que danos irreparáveis sejam feitos. Com essa decisão, podemos prevenir a extinção de incontáveis espécies e ecossistemas que somente agora começam a ser descobertos e que ainda não são compreendidos.

 

1. A afirmativa correta, de acordo com o texto, é:

 

a) Nos Estados Unidos a pesca transferiu-se para o alto-mar para evitar a destruição das reservas costeiras, como a do bacalhau, no mundo todo.

b) Hábitos de consumo de alguns povos indígenas levaram à destruição de florestas que lhes ofereceriam alimentos, comprometendo sua sobrevivência.

c) A única maneira de preservar as reservas pesqueiras em todo o mundo é interrompendo as atividades de pesca, mesmo as que se desenvolvem de modo sustentável.

d) A ONU mostra-se preocupada com a preservação do ecossistema marinho atualmente em risco devido a práticas como o uso de redes de arrasto no fundo do mar.

e) A pesca comercial, atualmente, tem-se desenvolvido de forma a preservar o ecossistema marinho, apesar de retirar dele grande quantidade de recursos naturais.

 

2. Mas, ironicamente, na nossa sociedade “avançada”, fazemos exatamente isso (início do 2º parágrafo).

 

De acordo com o texto, o segmento grifado acima significa, em outras palavras:

a) Estamos destruindo os recursos naturais que nos proporcionam alimentos.

b) Dependemos do mundo natural para sobreviver, pois nele encontramos alimento;

c) Ficamos mais preocupados com os possíveis danos causados ao ambiente marinho.

d) Desenvolvemos técnicas mais seguras de exploração sustentável do meio ambiente.

e) Vivemos hoje em dia como os povos indígenas, que conservam elementos da vida selvagem.

 

3. O uso das aspas na palavra “avançada” (início do 2º parágrafo).

 

a) Indica utilização de palavras de origem estrangeira no contexto.

b) Aponta emprego de gíria no contexto redigido em norma culta.

c) Assinala reprodução fiel de uma opinião alheia ao contexto.

d) Reforça o sentido próprio da palavra, referente ao mundo moderno.

e) Assinala no contexto o sentido irônico atribuído a ela.

 

4. … Analisa medidas para proteger os altos-mares… (inicio do 4º parágrafo)

 

A palavra composta que faz o plural da mesma forma que a grifada acima está também grifada na frase:

a) Ave oceânica e migradora, o albatroz-de-nariz-amarelo é encontrado no litoral do sudeste e do sul do Brasil.

b) O leão-marinho é uma das várias espécies ameaçadas de extinção, por danos provocados a seu habitat.

c) O peixe-boi-da-amazônia é um mamífero encontrado em rios e lagoas dessa região brasileira.

d) Andorinha-do mar é o nome dado a uma espécie de aves marinhas, conhecida popularmente por trinta réis.

e) Temida pelos efeitos de seu ataque, a arraia-de-fogo aparece tanto no Brasil quanto no Paraguai.

 

5. O verbo flexionado corretamente está grifado na frase:

 

a) Tornou-se necessário proteger o ecossistema marinho para que não lhe sobrevissem danos irreparáveis.

b) Policiais de defesa do meio ambiente reteram as redes que seriam usadas pelos pescadores.

c) Povos indígenas sempre sobreviveram dos recursos naturais, sem destruição do meio ambiente.

d) Autoridades responsáveis pela preservação de refúgios marinhos receiavam sua exploração comercial predatória.

e) Somente um dos pescadores obteu a devida licença para permanecer mais tempo naquele local.

 

6. Há palavras escritas de modo INCORRETO na frase:

 

a) O uso indiscriminado e criminoso de redes de arrasto em alto-mar constitui uma ameaça ambiental preocupante.

b) Quilômetros abaixo da superfície marinha, na ausência de luz solar, animais retiram energia de orifícios vulcânicos.

c) A suspensão provisória de redes de arrasto no mar profundo conta com o respaldo de países em desenvolvimento.

d) É necessário a prevenção da ocorrência de danos irreversíveis ao equilíbrio ambiental existente no mar profundo.

e) Alguns países querem restrinjir a expanção da pesca no fundo do mar, porém essa atividade parece ampliar-se por interesses comerciais.

 

7. A frase inteiramente clara e correta é:

 

a) Com espécies que ainda não está bem conhecida, é o extermínio feito em seu ecossistema pelas redes de arrasto da pesca comercial no mar profundo.

b) Provoca-se muitos danos no ecossistema do mar profundo, pelas espécies que não se conhece bem ainda, feito com redes de arrasto usadas na pesca comercial.

c) As redes de arrasto que se utiliza na pesca comercial do mar profundo, acaba com espécies que ainda nem bem se conhecem,causando danos.

d) A pesca comercial, feita com imensas redes de arrasto, provoca danos colossais ao ecossistema do mar profundo, exterminando espécies ainda nem bem conhecidas.

e) Com o extermínio das espécies do mar profundo, que ainda não está bem conhecida, temos a pesca comercial que são feitas com redes de arrasto.

 

Respostas:

1 – D; 2 – A; 3 – E; 4 – B; 5 – C; 6 – E; 7 – D.

 

276 comentários

Deixe uma resposta